Um dia você vai estar sozinho, vai fechar os olhos e tudo estará negro.
Os números da sua agenda passarão claramente na sua frente e você
Não terá nenhum para discar. Sua boca vai tentar chamar alguém,mas
Não há alguém solidário o bastante para sair correndo e te dar um abraço,
Nem te colocar no colo ou acariciar seus cabelos até que o mundo pare de
Girar. Nessa fração de segundos, quando seus pés se perderem do chão,
Você vai lembrar da minha ternura e do meu sorriso infantil. Virão súbitas
Memórias gostosas dos meus abraços e beijos,da minha preocupação
Com você e só vão ter algumas músicas repetindo no seu rádio: as nossas.
Em um novo momento você vai sentir um aperto no peito,uma pausa na
Respiração e vai torcer bem forte pra ter o nosso mundinho delicioso
De novo,o nome disso é SAUDADE, aquilo que eu tinha tanto e te falava
Sempre. E quando você finalmente discar meu número, ele estará ocupado
Demais, ou nem será mais o mesmo, ou até eu nem queira mais te atender.
E se você bater na minha porta ela estará muito trancada, se aberta,
mostrará uma casa vazia. Seus olhos te ensinarão o que é LÁGRIMAS,
Aquelas que eu te disse que ardiam tanto. O nome do enjôo que você vai
Sentir é ARREPENDIMENTO, e a falta de fome que virá chama-se TRISTEZA,
Então quando os dias passarem e eu não te ligar, quando nada de bom te
Acontecer e ninguém te olhar com meus olhos encantados...Você
encontrará a famosa SOLIDÃO.A partir daí o que acontecerá chama-se
SURPRESA. E provavelmente o remédio para todas essas sensações
Acima... É o tal do TEMPO em que você tanto falava!
autoria desconhecida.

Parkour


O Parkour foi fundado pelo francês David Belle Parkour (PK) ou l'art du déplacement (em português: arte do deslocamento) é uma atividade cujo princípio é mover-se de um ponto a outro o mais rápida e eficientemente possível. Criado para ajudar a superar obstáculos de qualquer porte — desde galhos e pedras até grades e paredes de concreto — e pode ser praticado em áreas rurais e urbanas. 

Parkour é uma atividade física difícil de categorizar. Não é um esporte radical, mas uma arte ou disciplina que se assemelha a autodefesa nas artes marciais De acordo com o fundador David Belle, o espírito no Parkour é guiado em parte a superar todos os obstáculos em seu próprio caminho como se estivesse em uma emergência. Você deve mover de tal maneira, com quaisquer movimentos, para ajudá-lo a ganhar a maior vantagem possível de alguém ou em alguma coisa, quer seja escapando daquilo ou caçando em direção a isso Assim, havendo um confronto hostil com alguém, as opções são conversar, lutar ou esquivar.

A história do Parkour no Brasil tem seu início no começo de 2004, quando jovens de são Paulo e Brasília começaram a se aventurar nessa prática de origem francesa, e estudar sua filosofia.